Sejam Bem Vindos,
Louvado Seja O Nosso Senhor Jesus Cristo
R. Para sempre seja louvado!

sábado, 22 de setembro de 2012

Carmelo de Natal

A Família Carmelitana está conosco desde 16 de Julho de 2009, dia da fundação, e também dia de Nossa Senhora do Carmo, rainha e formosura do Carmelo. As irmãs vindas do Carmelo de Teresina, com o coração alegre e disponível para servir ao Senhor, se dispuseram a fazer parte da família diocesana da Arquidiocese de Natal e oferecer nela um testemunho de vida contemplativa, na oração por todos os seus membros, especialmente pelos sacerdotes. 

Reunido provisoriamente no seminário de menor, as irmãs esperam na graça de Deus, a construção de seu mosteiro. As Irmãs fundadoras do Carmelo são: Ir. Rosângela Maria de Jesus, Ir Maria Amada de Jesus, Ir. Maria Ângela, Ir. Ana de Jesus, Ir. Maria Angélica. Ir. Teresa Cristine e a Ir. Maria da Trindade ( na época aspirante).

O início desta fundação foi presidida pelo Arcebispo de Natal , d. Matias e com a presença do sr. Arcebispo emérito de Natal, d. Heitor, que trabalhou muito para ter Carmelo Teresiano aqui, do sr. Bispo auxiliar de Fortaleza, d. José e contou com cerca de 35 sacerdotes entre religiosos e diocesanos, do presbitério local. Logo após os ritos iniciais foi lido o breve da Sé Apostólica, que permitia a fundação do Carmelo Nossa Senhora do Sorriso e Santa Teresinha na Arquidiocese de Natal – RN. A seguir foi lida também a autorização do sr. Arcebispo que permitia a presença das Carmelitas Descalças. Em sua homilia, D. Matias discorreu sobre a vida Religiosa no documento de Aparecida, em particular a vida contemplativa, que acompanha Jesus ao monte para estar com ele na contemplação e que é testemunha de que "só Deus basta encher a vida de alegria e de sentido". A Celebração seguiu o rito normal, animada por belos cantos de um grupo paroquial de Natal.

Procissão com o Ssmo. Sacramento.

No final foi lida e assinada a Ata de fundação do mosteiro e após a bênção, ocorreu a procissão até a casa provisória, próxima da capela onde foi celebrada a Eucaristia, para a bênção da sede do mosteiro.

Como ato conclusivo foram fechadas as portas e assim deu-se início à clausura, sinal da busca do "único necessário", pela oração e recolhimento fraterno, típico da vida carmelitana. 



Carmelo Provisório

O Carmelo ficará, provisoriamente, numa casa da Granja do Clero, em Emaús, Parnamirim, onde as monjas ficarão enclausuradas até a construção da sede definitiva. O Carmelo terá como Madre Vigária a Ir. Rosângela Maria de Jesus, nomeada pelo Arcebispo de Natal, Dom Matias Patrício de Macêdo (na data), no ato de instalação do Carmelo. Hoje conta com cinco Irmãs e uma noviça.

Obras no Carmelo


Mas não para não, já foi concedido um terreno e as obras começaram para que as irmãs possam ter o seu mosteiro. O Carmelo provisório limita as vocações que vem chagando ao seu ingresso, pois possibilita de 7 celas apenas, então até la as vocações tem de esperar para a entrada no mosteiro.
O Mosteiro terá, uma capela, portaria, hospedaria, oficinas de trabalho e aposentos das irmãs (celas), tudo distribuído em 5 alas. Esta é a descrição do que será a sede definitiva do Carmelo Nossa Senhora do Sorriso e Santa Teresinha, das Irmãs da Ordem do Carmelo, na Arquidiocese de Natal. 

A nova sede do Carmelo ficará na Rua Santo Antônio, em Emaús, próximo ao cemitério Morada da Paz. A sede definitiva terá o mesmo nome da sede provisória: Carmelo Nossa Senhora do Sorriso e Santa Teresinha. Na nova sede, a hospedaria servirá para acolher grupos que querem fazer retiro ou pessoas que queiram recolher-se para rezar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário